Novo sistema que promete revolucionar seus pagamentos

 


Já imaginou realizar uma transferência ou um pagamento e o valor ser disponibilizado instantaneamente? Parece coisa do futuro não é? Mas saiba que este futuro esta bem próximo. O Banco Central criou um novo sistema chamado PIX que será capaz de efetivar as transações bancarias de forma instantânea. Saiba o que é e como funciona este sistema.

 

Conheça o PIX

O PIX é o novo sistema de pagamentos e transferências que facilitará suas transações financeiras. Desenvolvido pelo Banco Central, o sistema promete inovar transações como o DOC e o TED por exemplo. Este novo sistema esta criando grande expectativas no comercio pois além de otimizar os pagamentos, vai tornar as transações mais seguras.

 

Outro beneficio é que o PIX será gratuito para pessoas físicas e funcionará 24 horas, 7 dias por semana. Portanto, chega de esperar os dias uteis para receber um determinador valor ser creditado em conta.

 

Inicio da aplicação do PIX:

De acordo com o Banco Central, primeiramente será aberta a fase do cadastramentos das pessoas que irão aderir a sistema. Esta fase esta prevista para ter inicio em 5 de outubro, esta media tem o proposito de familiarizar o uso do PIX. O sistema irá funcionar de fato a partir de 16 de novembro.

 

 

Ate o momento, mais de 970 instituições demonstraram interesse em ter o PIX como opção de pagamentos e transferências.

 

Como usar:

Com o proposito de descomplicar as transações bancarias, o PIX irá dispensar dados como números de contas ao transferir um valor. Estes serão substituídos por chaves de endereçamento, QR Code ou link gerado por um celular. Para que as transferências sejam possíveis, os dois usuários que irão fazer a transferência por exemplo, devem ter o cadastro no sistema.  A operação será possível mesmo entre bancos diferentes.

 

Para tanto é preciso ter acesso a internet porem esta previsto para 2021 operações offline. Outra aplicação que deverá ser implementada ao PIX são os saques que poderão ser realizados também em comércios que tenham o PIX como opção.

 

PIXCadastramento:

Esta etapa fica a cargo da instituição na qual você possui uma conta ativa. Para isso, basta entrar no aplicativo ou internet banking do banco e informar os dados que lhe forem solicitados.

 

O cadastramento e a utilização são gratuitos para pessoas físicas, já para pessoas jurídicas, será cobrado um valor de R$0,01 a cada dez transações realizadas, o que diminui bastante os custos de uma empresa.

 

 

O PIX funcionará como as funcionalidades comuns da qual já utiliza, o sistema fornecerá comprovantes tanto para que paga como para quem recebe um valor e poderá agendar pagamentos. As informações realizadas pelo sistema PIX estarão descriminadas no extrato da conta.

 

Vale ressaltar que, por se tratar de um sistema de transações instantâneas, deve-se tomar cuidado com dados como valores pois o estorno total ou parcial não será realizado de imediato e somente poderá ser solicitado pela pessoa que recebeu os valores incorretos.

 

De certo, esta é uma inovação que veio para facilitar e otimizar o nosso dia a dia. Mas uma vez temos a tecnologia como nossa aliada e a tendencia é que, com o passar dos dias, essas inovações venham a fazer parte do nosso cotidiano.

 

Gostou deste artigo? Entre em contato com o Finança Certa e deixe sua opinião.